24/05/2016

Espião Português vendia segredos à Russia

espião portugues vendia segredos à Russia















Em Itália foi preso em flagrante um espião português do SIS (serviços de informação de segurança) de nome Frederico Carvalhão Gil, o qual vendia segredos da NATO à Rússia.

Foi preso quando passava documentos a um agente das secretas russas, supostamente da SVR, o serviço de espionagem herdeiro do KGB, no qual trabalhou o presidente Vladimir Putin.
O espião russo foi também detido.

Vigilâncias, escutas, seguimentos, que duraram vários meses (a investigação terá sido iniciada em outubro/novembro) levaram ao culminar da designada Operação Top Secret neste fim de semana em Roma. No sábado, quando estava acompanhado do agente russo, num discreto café de um hotel , junto ao rio Tibre, foi surpreendido pelos polícias italianos.

a investigação foi acompanhada por autoridades de outros países, entre as quais se destacou a CIA. As secretas externas norte-americanas seguem a dinâmica externa do seu congénere russo, o SVR (antiga KGB) o qual têm em permanente monitorização.

Diariamente, os serviços de informações portugueses recebem dos países aliados, entre os quais os EUA, e da NATO diversa informação relacionada com as ameaças de segurança, as estratégias de defesa da Aliança, os seus recursos humanos e bélicos, nomes de suspeitos terroristas... São alguns exemplos dos conteúdos do material.
Frederico Carvalhão Gil era um analista que podia ter acesso a grande parte desta informação.

ler mais em Diário de Notícias.

.

0 comentários:

Enviar um comentário